“Como um jovem manterá pura a sua vida? Sendo fiel às vossas palavras. De todo o coração eu vos procuro; Não permitais que eu me aparte de vossos mandamentos. Guardo no fundo do meu coração a vossa palavra, para não vos ofender. Sede bendito, Senhor; ensina-me vossas leis. Meus lábios enumeram todos os decretos de vossa boca. Na observância de vossas ordens eu me alegro, muito mais do que em todas as riquezas. Sobre os vossos preceitos meditarei, e considerei vossos caminhos. Hei de deleitar-me em vossas leis; e jamais esquecerei vossas palavras.” (Salmo 118, 9 – 16)

Pureza e Castidade foram os temas da pregação do sábado, dia 16 de Junho, no Grupo de Oração Jovem Água. A Igreja Católica convida os jovens a viverem as virtudes da pureza e da castidade e também a viverem a sexualidade no casamento. Hoje em dia, a sociedade em que vivemos tenta nos convencer de que a pureza e a castidade são “coisas do passado”, no entanto, ainda, há muitos jovens corajosos que um dia tomaram a decisão de serem puros e castos, isto é, jovens que tomaram a decisão de buscar a santidade, seja eles solteiros ou casais de namorados. No entanto, como esses jovens manterão pura a sua vida, se é em sua juventude o período em que a sua sexualidade está no ápice, em outras palavras, na fase em que o jovem está com os “hormônios à flor da pele”? O amor conjugal é uma das formas pela qual se realiza a vocação da pessoa ao amor, requer para o seu desenvolvimento o empenho em viver a castidade conforme o seu estado. É óbvio que o crescimento no amor, enquanto implica o dom sincero de si, é ajudado pela disciplina dos sentimentos, das paixões e dos afetos que nos faz chegar ao autodomínio.

Ninguém pode dar aquilo que não possui: se a pessoa não é senhora de si — por meio da virtude e, concretamente, da castidade — falta-lhe aquele autodomínio que a torna capaz de se dar. A castidade é a energia espiritual que liberta o amor do egoísmo e da agressividade. Na medida em que, no ser humano, a castidade enfraquece, nessa mesma medida o seu amor se torna progressivamente egoísta, isto é, a satisfação de um desejo de prazer e já não dom de si.

O Catecismo da Igreja Católica (CIC) coloca a castidade como um dom, uma graça, uma obrigação. Castidade tem tudo a ver com a capacidade de dar-se. A pessoa que consegue ter um autodomínio de si, consegue dar-se ao outro.”

Voltando ao Salmo 118. Eis como a Bíblia nos fala:

“Como um jovem manterá pura a sua vida? Sendo fiel às vossas palavras. De todo o coração eu vos procuro; Não permitais que eu me aparte de vossos mandamentos. Guardo no fundo do meu coração a vossa palavra, para não vos ofender. Na observância de vossas ordens eu me alegro, muito mais do que em todas as riquezas.”

                Jovem, o Senhor nos diz que precisamos fazer a vontade dEle. A vontade de Deus é que busquemos a santidade, ou seja, que vivamos a pureza e a castidade independente se está solteiro ou se está namorando. Por isso, precisamos buscar o Senhor de todo o coração para que não nos afastemos dos Seus mandamentos, “Não pecar contra a castidade”. Segundo Santo Padre Pio de Pietrelcina, outra arma eficaz contra a tentação é a oração, “Lembre-se de que não se vence batalhas sem a oração.”

                Amados e amadas temos que tomar cuidado para não ver a castidade e a pureza como um fardo ou um peso em nossas vidas, pelo contrário, devemos nos alegrar porque virtudes significam riquezas. “A castidade é comandada pela virtude da temperança e sem ela não se alcança a firmeza. Precisamos escolher o caminho de Deus para encontrar a verdadeira felicidade. É feliz aquele que espera no Senhor! Só é feliz por completo aquele que vive intensamente, – mesmo que lutando, caindo e levantando –, em Deus. Apenas satisfazendo os nossos prazeres seremos infelizes. Você acha que sexo com vários parceiros fará de você uma pessoa feliz? Se pensa assim, está enganado. A castidade é uma porta aberta para nos conhecermos e ficarmos felizes com nós mesmos e com os outros. Você é amado por Deus, Ele quis você antes do seu pai e da sua mãe. Honre o Seu amor!”

                Jovem, aceite o desafio! Decida-se a viver a castidade e a pureza! Espere no Senhor e seja feliz! Tome posse dessa certeza na sua vida! “Preparar a felicidade já é ser feliz!”

Ducimar (Resumo da pregação do César) G.O.J Água Viva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s