“Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las”, diz madre Tereza de Calcutá. Há uma grande verdade nessa frase, que deve servir para que possamos refletir sobre as nossas atitudes: quanto tempo da nossa vida passamos, do alto do nosso pedestal, julgando os nossos irmãos, apontando o dedo para eles como se fossemos melhores, perfeitos e principalmente esquecendo-nos de que Aquele a quem seguimos, servimos e amamos, Jesus Cristo, consumiu cada minuto da sua vida, derramou cada gota do seu sangue por amor a cada um de nós, ainda que sejamos pecadores. Jesus não teve tempo de nos julgar porque ocupou todo o seu tempo nos amando.

Recentemente, vivemos um momento muito rico na nossa Igreja, a quaresma e a semana Santa, período em que refletimos o mistério da paixão morte e ressurreição de Jesus. O tempo da quaresma é sempre um tempo de mudar de vida de repensar as nossas atitudes e embora esse tempo já tenha passado nunca é tarde para mudar nossa forma de agir e pensar, todos os dias da nossa vida deveríamos aprender a lição do mestre do amor, que foi capaz de prostrar-se diante dos seus seguidores para lavar-lhes os pés, que mais que isso, se deixou humilhar, sendo flagelado, coroado de espinhos, cuspido, ouvindo calado todo o tipo de insultos e acusações injustas e assim calado foi até a morte na cruz, tudo por amor a cada um de nós.

Acredito que se nosso mestre e Senhor nos amou até as ultimas conseqüências, quem somos nós para não amarmos nossos irmãos? Sigamos o exemplo de Jesus, de nada adianta propagarmos em palavras, canções, danças, teatros e etc que Jesus mudou a nossa vida se nem ao menos somos capazes de amar os nosso irmão, afinal de contas como diz a palavra: Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão. (1 João 4.20-21).

Sei, por experiência própria, que amar não é uma decisão fácil, principalmente na convivência diária, afinal como diz outra frase de Madre Tereza: “É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado”. Mas apesar de não ser fácil é uma decisão que cabe a nós tomarmos cada dia, afinal de contas, ninguém disse que seguir Jesus seria fácil, a mim ao menos foi dito que seria possível. Então mesmo que nos custe, que seja preciso passar por cima do nosso orgulho a cada dia, nos decidamos a amar e não mais a julgar o nosso próximo.

Alzira Silvério

G.O.J Água Viva

2 responses »

  1. Lidiane Camozzato diz:

    Muito bom Alzira! A glória é toda do Senhor, mas parabéns!
    Que Ele continue te concedendo revelações do Seu amor!

    “Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor,
    Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade,
    conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus” Efésios 3. 17,19

    Que Deus possa estar nos revelando esse amor!

    • Adriana Kunen diz:

      Decidir amar as pessoas indepedente de qualquer coisa é o amor de Cristo se revelando em nós. Que esse amor possa ser revelado todos os dias em nossas vidas, para que possamos compartilhar com nosso irmão sem distinção! Ameis uns aos outros como a si mesmo.

      “Ainda que eu falasse as linguas dos homens e dos anjos, e nao tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
      E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os misterios e toda a ciencia, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e nao tivesse amor, nada seria.
      E ainda que distribuisse toda a minha fortuna para sustendo dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e nao tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
      O amor é sofredor, é benigno, o amor nao é invejoso, o amor nao trata com leviandade, nao se ensoberbece.”
      I Corintios 13:1-4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s