Tire suas armaduras, deixe Deus tocar seu coração!
Em efésios 6 está descrita a armadura do Cristão a qual devemos nos revestir diariamente para o combate contra o mal, mas a armadura que me refiro é a armadura de aço que revestimos nosso interior.
Somos como aquele cavaleiro que na batalha se cobre por completo e se torna irreconhecível diante de todos, somente ele no seu profundo sabe quem realmente é, combate no segredo e somente é reconhecido quando vence, porque quando perde busca uma forma de alguém o esconder ainda mais.
Assim são nossas atitudes diante dos irmãos, cavaleiros que se escondem, por não ter coragem de revelar o que existe em seu coração, por medo ou vergonha, independente do motivo. Como é a sua armadura, dourada, prateada, lisa ou com detalhes? Essas armaduras são nossas máscaras, são falsos sorrisos, são roupas sedutoras, são maquiagens provocantes, ações extravagantes e eufóricas com o intuito de esconder a aflição do coração, a quem enganamos assim?
São Paulo é honesto em dizer que quando é fraco que é forte, essa frase nos ensina muito, nos mostra como é importante sermos verdadeiros e assumirmos nossa condição, independente de qual seja ela, mas que seja a verdadeira. Quando reconhecemos o que existe em nosso coração podemos apresentar a Deus, porque ele não é intruso e por mais que queiramos que Ele entre em nós precisamos tirar a armadura, precisamos ser nós, ser a dor, a alegria, a angústia, a paz que há em nosso interior, ser você mesmo é a oração que você precisa fazer pra que Deus te encontre, porque Ele procura o cavaleiro pra ajudá-lo e não o encontra por não o reconhecer diante de tantas máscaras que este colocou.
Prefiro mudar o sentido dessa analogia, somos sim cavaleiros e de frente de batalha, a primeira delas vencemos diariamente no momento que abrimos nossos olhos e iniciamos um novo dia, vencemos, mas o nosso combate é feito sem armadura visível, toda nossa proteção esta no Senhor Jesus, “Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus.” Ef 6, 14-17 essa é a nossa armadura, é assim que devemos estar revestidos e não com armaduras de aço.
O convite que deixo hoje é para que você encontre um tempo para olhar no espelho, procure no seu reflexo quem é você, é realmente este que vê ou está escondido? O que está fazendo com que você se esconda? Faça isso diariamente e um lindo processo de descoberta se inicia em você.

Roseana Tenutti

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s