Pregação do dia 13/09/08

Pregador: Vagner

Condução do Grupo: Henrique

 

O pregador inicia sua fala com a história de uma águia que cresceu em meio a galinhas, dessa forma emitia comportamento de uma galinha e invejava o potencial das águias de voar, mas não conhecia o seu potencial como águia. Nesse sentido ele nos colocou na condição de “galinhas” que não sabem que são “águias” e portanto não conhecem seu potencial.
Seguindo utiliza a passagem de Mt 25, 14, a Parábola dos Talentos,  onde talento era uma moeda utilizada na época, que atualmente significa na língua portuguesa, dom. O pregador faz uma comparação com a história da águia e a passagem, onde em nosso mundo capitalista, somos identificados pelo que fazemos ou produzimos, assim é criada uma sociedade onde as pessoas não confiam em si mesmas, com baixa estima e que até mesmo almeja o dom dos outros, desvaloriza o que há em si mesmas, desvalorizam o dom que Deus os deu.
Ao partilhar sua experiência, onde testemunha sua infância e adolescência e como sofria com sua timidez e inveja dos colegas e como foi se superando, observando os talentos que possuía e desenvolvendo o talento de falar e se expressar bem, ele nos questiona “Quais são os dons que Deus te deu?”, nos tornamos “galinha” influenciados pelo que a sociedade nos apresenta, como o modismo, esquecemos do grande potencial que Deus deu a cada um e que deu para ser trabalhado, multiplicado como na parábola dos talentos.
Apresenta também a leitura de Rom 8, 35 dizendo para fazermos desse versículo a frase de nossa vida, e coloca a sua frase pessoal “ um com Deus é maioria” afirmando que somos mais que vencedores com a graça de Deus que nos faz melhorar e apresentar-Lhe muito mais pelo que Ele fez em nós.  Neste momento o questionamento “Qual a tua superação?” e cita os exemplos de São Francisco de Assis, que foi além de um cristão para se tornar um santo fundador da ordem franciscana e Santa Terezinha do Menino Jesus que de dentro do Carmelo tornou-se Padroeira das Missões e Doutora da Igreja.
Enfatiza que atualmente precisamos de livros de auto-ajuda porque não confiamos no tesouro que há em nós, o que nos impede de ver?
Conta a sua experiência, quando esteve internado que foi o momento em que parou pra pensar na sua vida e no que estava fazendo dela, o que tenho feito com meus dons? No trabalho estou me superando? Menciona aqui não com superar-se com orgulho e sim com humildade e reconhecimento que Deus merece mais do que me deu, enfoca dizendo que temos que olhar pra nós e saber quem somos, olhar com sinceridade e descobrir o chamado de Deus. Podemos ser santos e jogamos isso no lixo.
Exorta para usarmos os dons que Deus nos deu, a sermos o que Deus quer e diz que se outros não foram evangelizados, não receberam a cura foi porque não assumimos nossos dons, Moisés e Pedro, um gago outro pescador e no entanto, em Deus usaram seus talentos e multiplicaram a ação de Deus. Deixa bem claro que os jovens são o futuro da Igreja pelo potencial que tem.
Quando menciona 1Pd 5, 7 diz que devemos confiar em Deus e trabalhar em nosso potencial, confiar nossas preocupações em Deus e Ele cuida de nós.
Oração: No que você se destaca? O que quer melhorar? E diante dessa reflexão e suas dificuldades dizer: Sou mais que vencedor, um com Deus é maioria. Fale com Deus, deseje ser mais, deseje se superar.
SOU MAIS QUE VENCEDOR, EM CRISTO SOU MAIS QUE VENCEDOR!

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s